Você não está menstruando: se toma pílula, você tem sangramento de abstinência.


Menstruação é o nome do sangramento uterino decorrente de um ciclo menstrual ovulatório onde não houve concepção e, como você vai cansar de ouvir por aqui, se você toma pílula anticoncepcional você não está ovulando.


Quando usa pílula, você sangra porque os níveis dessa droga sintética no seu organismo caem quando você pausa a cartela ou quando toma os comprimidos placebos. 


 A ausência da droga faz o revestimento uterino (chamado endométrio) desprender de forma semelhante ao que acontece quando os níveis de progesterona e estrogênio (reais) caem antes da menstruação descer, em um ciclo ovulatório VERDADEIRO, em mulheres que não usam a pílula. 


Isso significa que você NÃO ESTÁ REGULANDO SEU CICLO, simplesmente porque você não está realmente ciclando, nem menstruando - muito menos ovulando. 


Quando você para de ovular, você deixa de produzir um monte de hormônios muito legais e importantes como FSH, LH, estrogênio, testosterona e progesterona. 


Todos esses hormônios sobem e descem ao longo do mês, como se fosse uma orquestra bem organizada, nas mulheres que ovulam e eles têm muitas funções no seu corpo para além da menstruação e da fertilidade. 


É por isso que os muitos efeitos colaterais aparentemente “não estão relacionados” à pílula na verdade estão sim.


E muito! 


 Sem ovulação por longos períodos de tempo você pode apresentar: 


Diminuição de cálcio nos ossos

Diminuição da libido

Ressecamento vaginal 

Alterações de humor (oi depressão!)

Queda de cabelo 

Problemas de pele 

Problemas intestinais 

Desajuste de tireóide

E muito mais!


Mas o que, no fundo, sabe o que é ainda mais terrível?


O fato de sabermos que a causa pela qual sua menstruação se tornou irregular lá no começo permanece ali, muitas vezes piorando com o passar do tempo, enquanto você segue bloqueando seus ovários sob a falsa informação de que a pílula regulou sua menstruação.


Por isso, quem usa pílula na ilusão de regular menstruação está, na verdade, silenciando a causa do problema e, consequentemente, perdendo a chance de tratá-lo precocemente.


Triste.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo