Quem é mulher sabe: todo ano tem aquela consulta ginecológica de rotina.


Nos acostumamos desde cedo, desde a primeira menstruação, àquele encontro anual para realização do famoso (e nada prazeroso) papanicolau, exame preventivo para câncer de colo do útero e câncer de mama.


Mas é só isso mesmo?


Essa prática, adotada de forma tão automática na vida das mulheres, faz com que tantas outras doenças e dores de cabeça deixem de ser também prevenidas e tratadas.


Está aí uma excelente oportunidade para questionar sobre os métodos contraceptivos existentes e sua eficácia, para conversar sobre efeitos desagradáveis daquele que já é utilizado, para expor seu desejo de engravidar ou para tratar de algum desconforto.


Não tenha vergonha de perguntar o que tiver vontade, tudo mesmo! A conversa é sigilosa e o médico está – mais do que preparado – acostumado a ouvir todo tipo de questionamento. Esse é um momento de se informar e sanar qualquer dúvida que esteja te incomodando.


Cuidar da sua saúde vai muito além de visitar seu médico regularmente para deixar os seus exames em dia.


Então minha dica é: quando marcar sua próxima consulta de rotina, tire uns dias para ser observar e anote o que gostaria de perguntar ao seu médico. Faça valer esse atendimento tão necessário.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo